A Proposta Pedagógica  segue  os seguintes princípios:

 

a)    Pedagogia do Amor: a educação do coração é uma ação dialógica que, atingindo as emoções, abre caminhos para o intelecto exigindo do educador a postura da firmeza com doçura.

b)    Bem Unida Família: a educação é o resultado de um trabalho de equipe onde  o sentir-se bem é condição da eficácia da política educacional.

c)    Compromisso com os Últimos: a educação comum consciência  crítica se compromete com a promoção dos excluídos e busca uma sociedade justa e fraterna.

d)    Espiritualidade: vista como um conjunto de princípios e valores, a  espiritualidade  traz para a educação as respostas às perguntas sobre o destino  e o fim último da vida humana, fazendo síntese entre  fé, ciência, política, cultura e vida.

e)    Cuidado com o Meio Ambiente: a educação tem responsabilidade direta com a  formação de pessoas críticas e cuidadoras do meio ambiente para garantir  a continuidade do planeta e da espécie humana sobre ele.

f)     Qualificação Permanente:  o processo  ensino-aprendizagem  impulsionado pelos avanços das nova tecnologias exige  aprimoramento constante da equipe  de educadores.

g)    Disciplina: a educação exige  postura, respeito mútuo, esforço e limites que são  condições necessárias para a vivência de relações sociais fundamentadas na equidade social.

h)    Ética e Justiça: a educação tem compromissos com a formação da pessoa humana e o surgimento de uma  nova sociedade, sendo que a prática da ética e da justiça são ferramentas de apoio  nessa missão.

 

 É a Pedagogia do Amor que só grandes apaixonados pela educação conseguem adotar. Murialdo, nosso mestre dessa pedagogia teve a intuição da profunda verdade de que Deus nos ama por primeiro, pessoalmente de cada instante, de modo infinito, terno e misericordioso.